Empreendedor, saiba a importância de manter seus softwares genuínos e protegidos

A internet evolui constantemente, fazendo com que o setor de TI lidere o ranking de crescimento. De acordo com pesquisa realizada pela Deloitte, os investimentos em TI como serviço em todo o mundo somaram U$ 361 bilhões em 2016 e, até o final de 2018, esse número pode chegar a U$ 550 bilhões. Isso porque as empresas estão investindo cada vez mais em data centers, softwares e nuvem.

Os investimentos destinados a tecnologia são de extrema importância, mesmo diante de situações de redução de verbas e instabilidade financeira. Nas empresas, tanto nas grandes corporações quanto as pequenas e médias companhias, uma das prioridades quando se fala em TI deve ser o cuidado com a segurança, mantendo sempre softwares genuínos e atualizados constantemente.

A utilização de softwares não licenciados é prejudicial em diversas maneiras: legalmente, pode trazer danos judiciais a quem o utiliza e, além disso, o produto perde a qualidade e não recebe upgrades contínuos, perdendo diversas funcionalidades e deixa o usuário vulnerável diante de ciberataques.

As pequenas e médias empresas são os alvos mais atraentes para o cibercriminosos, de acordo com estudo da Fiesp, que indicou que 65% dos ciberataques com foco apenas financeiro envolviam pequenas empresas. Isso porque a maioria das PMEs escolhem o caminho de softwares não genuínos, tornando-se alvos mais fáceis diante dos crimes virtuais. Além disso, os criminosos miram nas pequenas empresas devido ao alto valor financeiro que seus clientes representam.

Sua empresa sobreviveria se perdesse todos os dados hoje?

Diariamente, diversos códigos maliciosos são desenvolvidos com o objetivo de explorar a vulnerabilidade dos programas. Por conta disso, as empresas de tecnologia lançam novas versões e atualizações que servem tanto para aprimorar cada vez mais os softwares quanto para impedir que esses ataques atinjam os clientes. Porém, usuários que utilizam produtos não genuínos ficam de fora de tais atualizações e melhorias, além da utilização deficiente do programa por falta de manuais, suporte técnico, garantia e a possível existência de vírus dentro das cópias ilegais.

Quanto maior a taxa de softwares não licenciados, maior a probabilidade de as empresas enfrentarem problemas de malware, o que pode levar a perca dos dados da companhia e dos clientes. Além disso, em caso de acidentes relacionados à segurança, o empreendedor perde a produtividade colocando a empresa de volta aos eixos, tentando recuperar os dados perdidos e se reorganizar, o que em geral pode levar meses.

Por isso, empreendedor, é importante buscar cada vez mais investimentos no setor de tecnologia e segurança, mantendo os programas genuínos e atualizados, propiciando que o ambiente digital da sua empresa seja completamente seguro e, que sua companhia seja cada vez menos suscetível a ataques virtuais.

Quer se certificar de que usa um Software legitimo? Entre em contato conosco pelo número ou e-mail: 0800 591 7048 / SAM SERVICE DESK BRASIL – samdesk@microsoft.com

Participe da conversa

0 Comentários

Deixe uma resposta